quinta-feira, 12 de setembro de 2013

INICIO


REVIEW SLEEPING DOGS: DEFINITIVE EDITION

Se você ainda não teve a oportunidade de se aventurar por Hong Kong ao lado de Wei, então a versão definitiva é obrigatória para o seu console.
Sleeping Dogs: Definitive Edition é a versão remasterizada do game de mundo aberto desenvolvido pela United Front Games e publicado pela Square Enix. Lançado originalmente em 2012, a edição definitiva chegou ao PlayStation 4Xbox One e PC com pacote de conteúdo e visual repaginado. Confira as nossas impressões sobre o jogo.
Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)
Wei Shen deixa até Jackie Chan com inveja
Em Sleeping Dogs: Definitive Edition, a história é a mesma da versão original. No game, o jogador é responsável por conduzir Wei Shen, um agente infiltrado na Tríade fictícia, conhecida como Sun On Yee.
Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)
Ao mesmo tempo em que Wei deve concluir missões disfarçado de homem da lei, ele também precisa ajudar membros do crime organizado em tarefas escabrosas. Entre elas estão: assassinar integrantes de outras gangues e ameaçá-los com muita pancadaria no melhor estilo Jackie Chan.
O combate foi aprimorado para que o jogador seja capaz de acertar os oponentes com uma frequência maior. Isso porque o tempo de esquiva foi reajustado para facilitar a execução de combos perfeitos. A movimentação dos personagens também parece mais fluida e, por conta disso, as lutas acrobáticas do protagonista estão mais reais.
Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução)Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)
A trama foi claramente inspirada em filmes de ação da década de 90, principalmente os longa-metragens protagonizados por Jackie Chan. Assim como nos filmes, praticamente tudo em Sleeping Dogs é resolvido na porrada. Além de voadoras e golpes rápidos de artes marciais, Wei utiliza objetos dos cenários para torturar os seus alvos.
Hong Kong: mais bela, mas sem surpresas
A versão definitiva de Sleeping Dogs, como não poderia ser diferente, traz um visual com texturas em alta definição, resolução de 1080p e efeitos de iluminação ainda mais caprichados. Apesar de trazer algumas mudanças no quesito gráfico, o game não surpreende.
Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)
O jogo está mais bonito, mas não o suficiente para fazê-lo ser um título verdadeiramente “next-gen”. Infelizmente, ele está longe de promover o salto visual que Tomb Raider: Definitive EditionThe Last of Us e GTA 5 exibiram nos novos consoles.
Mesmo que o aprimoramento visual seja sutil, Hong Kong continua linda, oferecendo um mundo aberto minuciosamente detalhado, com ambientes coloridos e iluminados pelas luzes de neon dos outdoors.
Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)Sleeping Dogs: Definitive Edition (Foto: Reprodução/Victor Alcaíde Teixeira)
A versão definitiva inclui também mais de 20 conteúdos bônus, incluindo os dois DLCs – “Year of the Snake” e “Nightmare in North Point” –, que acrescentam histórias inéditas ao vasto universo do título.
Conclusão
Para quem ainda não se aventurou por Hong Kong, a versão definitiva é obrigatória para o console. Caso você já tenha desfrutado de todas as atividades do game em sua edição anterior, o pacote de conteúdo adicional e as pequenas mudanças visuais não serão suficientes para convencê-lo a fazer uma segunda viagem à cidade chinesa.
Você ainda joga Sleeping Dogs? Comente no Fórum do TechTudo.




09/01/2015 09h30 - Atualizado em 09/01/2015 11h36

GTA 5: confira as melhores missões online do game











GTA 5 tem como um de seus principais atrativos o modo online, que permite que os jogadores criem seu próprio personagem e ingressem em uma vida criminosa pelas ruas de Los Santos. O modo conta com centenas de missões diferentes, mas algumas delas chama a atenção por serem extremamente divertidas e renderem muito dinheiro. Confira a lista das melhores missões de GTA Online:
GTA V: Confira as melhores missões online do game (Foto: Divulgação)GTA V: Confira as melhores missões online do game (Foto: Divulgação)
San Andreas Seoul (requer Rank 16)
Nessa missão o seu papel será roubar um caminhão tanque de gasolina e levá-lo até Murrieta Heights. Durante o caminho alguns inimigos devem aparecer, mas é mais fácil ignorá-los e seguir seu caminho.
Quando a polícia iniciar a perseguição, basta seguir o seu caminho em alta velocidade, mas sempre atento para não destruir o caminho. Dessa forma será fácil escapar e receber a bolada no final da missão.
San Andreas Seoul (Foto: Reprodução/Youtube)San Andreas Seoul (Foto: Reprodução/Youtube)
Factory Clear Out (requer Rank 18)
Umas das opções mais legais de GTA Online é a de se realizar missões com amigos. Nesse quesito, Factory Clear Out é uma das mais indicadas, já que é muito divertida e rende uma boa grana.
O objetivo é roubar um caminhão recheados de motos e entregá-lo em um ponto do mapa. Os jogadores precisam se dividir entre motorista, sniper e o que dá cobertura. Trabalho em equipe é essencial para garantir o sucesso.
Factory Clear Out (Foto: Reprodução/Youtube)Factory Clear Out (Foto: Reprodução/Youtube)
Potshot (requer Rank 25)
Dedicada a jogadores um pouco mais avançados no game, a missão Potshot coloca os jogadores para derrotarem alguns inimigos e entregar um caminhão cheio de drogas para Trevor.
É necessário tomar muito cuidado com os inimigos que se jogam em cima do veículo.
Potshot (Foto: Reprodução/Youtube)Potshot (Foto: Reprodução/Youtube)
Blow Up III (requer Rank 31)
Para jogar essa missão você deve chamar um amigo. O objetivo é simples – destruir diversos veículos para Simeon. Para isso, use explosivos e armas pesadas,e certifique-se de estar com uma boa quantidade de munição.
Ao terminar de explodir os veículos, alguns inimigos virão atrás de você, então esteja pronto para um pequeno conflito antes de terminar a tarefa.
Blow Up III (Foto: Reprodução/Youtube)Blow Up III (Foto: Reprodução/Youtube)
The Parking Garage (requer Rank 55)
Missão complicada, que pode ficar muito interessante com a participação de um amigo. O objetivo é roubar documentos de uma garagem.
Claro, primeiro será preciso detonar uma horda de inimigos, então arme-se bem e prepare-se para um belo tiroteio.
The Parking Garage (Foto: Reprodução/Youtube)The Parking Garage (Foto: Reprodução/Youtube)
Judging the Jury (requer Rank 65)
Nessa missão você precisará acabar com oito membros do juri de Madrazo. Uma boa ideia é chamar pelo menos mais quatro amigos para facilitar a missão.
Use o headset para se comunicar com seus companheiros e espalhe-se pelo mapa para encontrar os alvos, que geralmente são bem fáceis de matar. A recompensa será incrível.
Judging the Jury (Foto: Reprodução/Youtube)Judging the Jury (Foto: Reprodução/Youtube)
Trash Talk (requer Rank 81)
Exclusiva para jogadores muito avançados no game, essa missão paga muito bem, e é uma das mais legais de todo o game. O objetivo é destruir uma série de caminhões de lixo.
Para isso, equipe-se com os mais diversos tipos de explosivos e prepare-se para caçar os caminhões. Depois disso, ainda será necessário enfrentar uma gangue e seu chefe.
Trash Talk (Foto: Reprodução/Youtube)
Trash Talk (Foto: Reprodução/Youtube) 





08/01/2015 14h00 - Atualizado em 08/01/2015 14h00

Uncharted 4 terá rivalidade entre Drake e irmão; confira outras novidades





Uncharted 4: A Thief’s End terá uma dupla de caçadores de tumbas adversários. A novidade foi publicada na revista Game Informer de fevereiro, onde a Naughty Dog revelou alguns detalhes da história do jogo. O estúdio confirmou também que o título contará com um modo multiplayer. Uncharted 4 é um game exclusivo do PlayStation 4 e está planejado para ser lançado em 2015.
Uncharted 4: A Thiefs End contará história de rivalidade entre irmãos Drake (Foto: Reprodução/GameInformer)Uncharted 4: A Thief's End contará história de rivalidade entre irmãos Drake (Foto: Reprodução/GameInformer)
Segundo a Naughty Dog os vilões do game terão um papel muito mais importante em Uncharted 4. Os dois caçadores adversários, Rafe e Nadine, também disputam entre si a descoberta do novo tesouro. Rafe enxerga o mundo de forma diferente de Drake, com sua própria moral e maneira de agir. Já Nadine possui seu próprio exército na África do Sul. Ou seja, muito trabalho para o herói.
O game começa três anos após o fim de Uncharted 3: Drake’s Deception, quando Sam, irmão de Drake dado como morto, reaparece. Ele afirma estar com sua vida em risco caso não encontre um tesouro exigido por Henry Avery, possível vilão final do jogo. Nathan não pensa duas vezes e parte para ajudar seu irmão. Ambos irão para Libertalia, uma mítica colônia em Madagascar, onde lendas dizem ter sido fundada por piratas. No  entanto o estúdio foi claro ao afirmar que esse não será o único cenário do jogo, que também terá locais urbanos e com neve.
Drake e Sam se encontrarão muitas vezes durante Uncharted 4 (Foto: Reprodução/Gameinformer)Drake e Sam se encontrarão muitas vezes durante Uncharted 4 (Foto: Reprodução/GameInformer)
O relacionamento entre os dois tem um passado sombrio, que será contado durante o jogo, mas a Naught Dog afirmou há uma grande rivalidade entre eles. Sam é 5 anos mais velho do que Drake, mas muito mais imprudente, além de ter muito ciúmes do irmão mais novo. Sam percorrerá diversos trechos do game ao lado de Drake, similar à Ellie em The Last of Us, mas com uma inteligência artificial mais apurada.
Quanto à jogabilidade, o game permitirá diversos caminhos a serem percorridos, sendo linear mas com um grande nível de exploraçao. Não existirá um caminho ideal, com cada um deles tendo vantagens e desvantagens. Os novos acessórios (corda e gancho) permitirão escolher caminhos diferentes, e serão usados em alguns quebra-cabeças do jogo. Haverão também diversas missões paralelas, e artefatos encontrados poderão conter pistas para novos tesouros.
Reveja abaixo o primeiro vídeo com cenas de gameplay de Uncharted.











08/01/2015 13h00 - Atualizado em 08/01/2015 13h00

Call of Duty Online ganha trailer de ação com astro de Capitão América

Felipe Vinha
por 
Para o TechTudo



Call of Duty Online, game de tiro multiplayer para PC, recebeu um novo trailer cheio de ação e com uma participação especial: Chris Evans, conhecido por viver o Capitão América nos cinemas, luta ao lado dos jogadores em um verdadeiro campo de guerra. Por ora, o game está disponível apenas no mercado Chinês, mas isso não impediu a participação do ator ocidental na propaganda.
Chris Evans em Call of Duty (Foto: Reprodução/Just Jared)Chris Evans em Call of Duty (Foto: Reprodução/Just Jared)
Antes da ação, a prévia mostra os jogadores deixando seus empregos comuns para se unir em uma verdadeira “partida real” de Call of Duty, onde cada um se torna um guerrilheiro com armas potentes e com habilidades para o campo de batalha.
Evans, inclusive, fala em inglês com os participantes, quando surge, e os convoca para continuar a batalha, que se desenrola não apenas contra soldados inimigos, mas também contra zumbis e monstros alienígenas gigantes, em uma produção digna de cinema. 
Ao fim, cenas do jogo são exibidas.
Qual o melhor Call of Duty da franquia? Comente no Fórum do TechTudo.
Via VG247




09/01/2015 15h05 - Atualizado em 09/01/2015 15h45

Nintendo vai parar de vender jogos e consoles no Brasil


Nintendo anunciou em caráter oficial nesta sexta-feira (9) que não terá mais os seus games e consoles distribuídos oficialmente no Brasil. O serviço de distribuição era feito pela Gaming do Brasil, uma subsidiária da Juegos de Video Latinoamérica, que distribuiu grandes títulos de sucesso para o Wii U e 3DS, como Mario Kart 8 e The Legend of Zelda: A Link Between Worlds.
Jogos da Nintendo não serão mais distribuídos oficialmente no Brasil (Foto: Divulgação)Jogos da Nintendo não serão mais distribuídos oficialmente no Brasil (Foto: Divulgação)
“O Brasil é um mercado importante para a Nintendo e lar de muitos fãs apaixonados mas, infelizmente, desafios no ambiente local de negócios fizeram nosso modelo de distribuição atual no país insustentável. Estes desafios incluem as altas tarifas sobre importação que se aplicam ao nosso setor e a nossa decisão de não ter uma operação de fabricação local”, explica Bill van Zyll, diretor e gerente para América Latina da Nintendo of America.
Apesar das mudanças no Brasil, o executivo pretende trabalhar ao lado da Juegos de Video Latinoamérica – que continua a ser a distribuidora da Nintendo para a América Latina – para monitorar a evolução do ambiente de negócios. Dessa forma, será possível encontrar a melhor maneira de servir os fãs brasileiros em um futuro próximo.
Embora as recentes decisões afetem a distribuição dos produtos da empresa japonesa por aqui, o setor de assistência técnica continuará nas mãos da HG Digital Services, assim como as garantias locais para os consumidores atuais. É bom lembrar que os títulos em formato digital continuarão a ser comercializados através do eShop brasileiro.







Nenhum comentário:

Postar um comentário